Brasil recebe primeiro festival da América Latina dedicado a curtas-metragens feitos com drones

Trabalhos de diversos países concorrerão em categorias que vão de vídeos conceituais até os dronies, selfies feitas com a ferramenta.


 

Com inscrições abertas desde 28 de maio, Minas Gerais vai sediar o NO AR Brazil, primeiro festival internacional de cinematografia de drones da América Latina. Os vencedores serão conhecidos em mostra que integra a 18ª edição do Encontro Cultural de Milho Verde, evento que ocorre em julho, no distrito do Serro (MG).

NO AR Brazil já recebeu trabalhos de mais de 20 países e vai premiar talentos que, de forma pioneira, dominaram a ferramenta de drones para criar novas possibilidades de linguagem dentro do universo audiovisual. Entre as categorias premiadas, estão Arte e Música; Documentário e Narrativa e até mesmo selfies em vídeo feitas com drones, os chamados Dronies. O festival recebe inscrições até 8 de julho pela página do evento.

A experiência, pioneira na América Latina, acompanha tendência mundial. Atualmente, existem uma dezena de festivais do gênero, a maioria deles no hemisfério norte. O primeiro a surgir, o New York City Drone Film Festival (EUA), já teve três edições.

O projeto é idealizado por Paulo T G Pinto, engenheiro de controle e automação que abandonou sua carreira como gestor numa multinacional mineradora para viver próximo à natureza. É dela que também saem os temas dos vídeos que desenvolve por sua produtora TICO TICO TV. Paulo é um dos pioneiros do Brasil no uso da tecnologia de drones para fotos e vídeos profissionais, tendo auxiliado escolas de audiovisual a elaborar cursos sobre a ferramenta. Piloto de aeromodelos desde 2010, iniciou-se na construção e operação de drones na Bélgica em 2014.

A experiência obtida em festivais internacionais abriu os olhos do diretor para a necessidade de um evento inteiramente dedicado à cinematografia de drones no país. “A partir da popularização dos drones, as produções passam a se diferenciar não pela presença de imagens aéreas, mas pela linguagem cinematográfica. A proposta do NO AR é estabelecer as primeiras bases de conhecimento sobre essa nova linguagem e estimular a produção nacional”, explica. “Drones permitem muito mais que apenas ver por cima. A possibilidade de filmar a partir de qualquer ponto do espaço tridimensional, e em movimentos com precisão robótica, é certamente um marco técnico no audiovisual”, completa.

 

Quem faz

NO AR Brazil é fruto da colaboração de um grupo multidisciplinar de profissionais do cinema, TV e fotografia.

A Direção Artística é da paulistana Patrícia Lobo, cineasta que com o clipe de sua direção, Streets Bloom, do músico baiano Lucas Santtana, inteiramente filmado com drone, arrancou elogios da imprensa internacional.

A comissão julgadora é encabeçada pela fotógrafa mineira Bruna Brandão, com formação pela Cambridge School of Art e menção honrosa no concurso Travel Photographer of the Year 2015.

Além de Patrícia e Bruna, participam os montanhistas Gabriel Tarso, recordista brasileiro em montanhas de altitude que dirige e documenta séries para Canal OFF e Redbul.tv, considerado pela revista Go Outside o melhor film maker outdoor do país, e Samuel Oscar, autor do projeto Drone da Montanha, exibido em festivais mundo afora e em grandes veículos como a TV Globo.

O organizador, Paulo T G Pinto, destaque em festivais de cinema em Praga, Berlim e Los Angeles com seu trabalho inteiramente feito com drones, completa a Comissão Julgadora.

 

Paulo T G Pinto Patrícia Lobo Bruna Brandão Gabriel Tarso Samuel Oscar

Diretor do Festival

Diretora Artística Comissão Julgadora Comissão Julgadora

Comissão Julgadora

TICO TICO TV pLobo Produções bruna-brandao.com Morfina Filmes
Canal OFF
Rebul.tv

Drone da Montanha

Essa equipe vai selecionar os talentos que mais se destacaram no amplo e novo campo da cinematografia de drones, divididos em 10 premiações.

  • Fotografias tomadas com drone concorrerão na categoria:
    • Fotografia
  • Curtas-metragens concorrerão em 9 categorias:
    • Natureza & Paisagem
    • Documentário & Narrativa
    • Arte & Música
    • Esporte & Aventura
    • Show reel
    • Conceito
    • Dronie
    • Drone-lapse
    • FPV (First Person View)
  • Cada filme concorrerá também aos prêmios de:
    • Melhor Som & Trilha Sonora
    • Melhor Filme – Escolha do Público

 

Realização

NO AR Brazil é oferecido por TICO TICO TV – que produz e distribui vídeos feitos com drones para educação e cinema na temática natureza, com trabalhos reconhecidos pelo Ministério do Turismo, ICMBio, parques, prefeituras e universidades.

Lançada em agosto de 2017, a produtora já publicou mais de uma dezena de vídeos independentes filmados em monumentos naturais nos estados de Minas Gerais, Bahia, Alagoas, Sergipe e Rio de Janeiro, e na Califórnia (EUA).

No primeiro semestre de 2018, TICO TICO TV foi destaque nos festivais Los Angeles CineFest, Berlin Flash Film Festival e European Cinefest Golden Nika com o curta-metragem No alto da Cachoeira do Tabuleiro (2018), de Paulo T G Pinto.

 

Drones

Com uso inicialmente restrito a aplicações militares ou às grandes produtoras, os drones entraram de vez no mercado audiovisual a partir da segunda década do século 21. Desde então, com a sua crescente popularização, tornou-se possível adquirir um exemplar equipado com câmera de alta definição por valores inferiores a R$ 4.000,00.

O equipamento caiu nas graças dos profissionais especializados. Plataformas como o Youtube reúnem vasto acervo de usos possíveis da tecnologia em shows, casamentos, videoclipes e produções caseiras. Graças à popularização dos drones para foto e vídeo, cineastas independentes podem agora competir em qualidade com as grandes produtoras.

 

Serviço

NO AR International Drone Film Fest Brazil: o primeiro festival internacional de curtas-metragens feitos com drone da América LatinaInscrições de trabalhos até 08 de julho pelo site noar.ticotico.tv

Mostra dos filmes vencedores: 14 de julho, no Encontro Cultural de Milho Verde (Serro, MG)

 

Informações para a imprensa:

Danielle Pinto
imprensa@ticotico.tv


Baixe este release em formato pdf.